TEMER QUER VENDER ELETROBRÁS ABRINDO MÃO ATÉ DE COMANDO DO CONSELHO

Imagem de Destaque do post
  • Reduzir Fonte
  • Aumentar Fonte
  • Imprimir

Para Michel Temer e Henrique Meirelles, não basta privatizar a Eletrobras, é preciso acabar com qualquer vestígio de nacionalismo na empresa; após uma queda-de-braço, foi retirado um artigo que mantinha a prerrogativa da União em indicar o futuro presidente do conselho de administração da empresa - mesmo depois da transferência do controle para o setor privado

247 - A equipe econômica venceu uma queda de braço dentro do governo e conseguiu alterar um ponto sensível do projeto de lei de privatização da Eletrobras. Por pressão da Fazenda, que contestou as orientações iniciais do Planalto, foi retirado um artigo que mantinha a prerrogativa da União em indicar o futuro presidente do conselho de administração da empresa - mesmo depois da transferência do controle para o setor privado.

Para a Fazenda, isso poderia ser interpretado como uma tentativa de interferência na companhia e tirar valor da operação. O texto definitivo do projeto de lei recebia ontem a assinatura eletrônica de todos os ministros envolvidos.

 As informações são de reportagem do Valor.

Comentar

By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.